Japa EAD
Alemão - Super Banner
Portal Fronteiriço
Ropel Distribuidora de Bebidas - Super Banner
Ratinset - Super Banner Topo
Top Trânsito
Portal Fronteiriço
Imobiliária Fred Janot
Agropecuária Centauro
Portal Fronteiriço

Transporte de pacientes pela Secretaria Municipal da Saúde não cessou na pandemia

.

07/06/2021 13h44
Por: Redação
Fonte: Comunicação Social Prefeitura de São Borja
Reprodução
Reprodução

A pandemia de Covid-19, há mais de um ano, com restrições na maioria dos setores, não chegou a diminuir os serviços de transporte de pacientes em São Borja, para atendimentos especializados em outras cidades no Estado. Relatório divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) revela que, ao contrário, em alguns casos as demandas até aumentaram. São especialmente os casos relativos a patologias mais graves e que implicam em tratamento de maior urgência - áreas, por exemplo, como oncologia e cardiologia.

O levantamento dos serviços de apoio este ano, de janeiro até maio, mostra que 1.065 viagens foram realizadas. No mesmo período, 4.097 pacientes foram transportados. Através de Serviços terceirizados Pela Administração Municipal, são 196 Viagens e 1.554 pacientes e acompanhantes transportados. Já através dos Serviços da frota Própria da Saúde Municipal, foram atendidos 2.255 pacientes e acompanhantes, totalizando 859 Viagens de janeiro a maio.

“Como se vê, trata-se de um serviço de enorme construção”, diz o prefeito Eduardo Bonotto. Também nos primeiros cinco meses do ano, 288 passagens de ônibus solicitadas foram fornecidas. “Portanto, Além de Apoio permanente de Prevenção e enfrentamento à Covid, também em Relação AOS demais Casos de Saúde, a Administração Municipal garantiu a Assistência necessária”, ressalta o prefeito.

A secretária municipal de Saúde, Sabrina Loureiro, observa que, nos últimos anos, São Borja vem elaborando vários novos serviços especializados no setor. No caso do município, cita como exemplos, a ativação do Centro Especializado em Reabilitação (CER), o funcionamento do MAC (unidade de marcação e regulação de consultas especializadas) e da Farmácia Básica do Passo. “No Hospital Ivan Goulart (HIG), são vários os novos serviços especializados à disposição, mas, ainda assim, ainda dependemos do atendimento em outras cidades”, diz a secretária.

Para atender às demandas de deslocamento no Rio Grande do Sul, a Saúde Municipal dispõe de uma numerosa frota de veículos - automóveis e micro-ônibus, além de viaturas terceirizadas. O coordenador da Secretaria de Saúde, Emerson Carvalho, explica que são vários os destinos. Os principais são Porto Alegre, Lajeado, Santa Maria, Santo Ângelo, Ijuí e Rosário do Sul. Pacientes também se tratam em Santa Rosa, Passo Fundo, Giruá, Alegrete, Itaqui, Cruz Alta, Dom Pedrito e Uruguaiana.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.