Top Trânsito
Ropel Distribuidora de Bebidas - Super Banner
Alemão - Super Banner
Portal Fronteiriço
Portal Fronteiriço
Imobiliária Fred Janot
Portal Fronteiriço

Ministério da Saúde abre consulta pública para enfrentamento da tuberculose

Sugestões podem ser enviadas até o dia 8 de maio; documento apresenta recomendações de enfrentamento à doença até 2025

30/04/2021 09h29Atualizado há 3 semanas
Por: Redação
Fonte: Ministério da Saúde
Reprodução
Reprodução

O Ministério da Saúde quer ouvir sugestões sobre o enfrentamento à tuberculose. Qualquer pessoa ou instituição pode participar – quem convive com a doença ou tem um familiar que enfrenta os desafios da tuberculose é bem-vindo. 

O canal para isso é a consulta pública, que está aberta até o dia 08 de maio. O Ministério está elaborando o “Plano nacional pelo fim da tuberculose como problema de saúde pública - Estratégias para 2021-2025”, documento que apresenta recomendações para estratégias de enfrentamento da doença para os próximos cinco anos. 

Esse plano é importante para subsidiar o planejamento e ações de controle da doença no país. O documento dá continuidade ao “Plano nacional pelo fim da tuberculose como problema de saúde pública”, publicado em 2017. Conhecido como “Brasil Livre da Tuberculose”, apresenta metas e reconhece os compromissos estabelecidos no panorama global para eliminação da doença, da Organização Mundial da Saúde (OMS) e a agenda 2030 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas (ONU). 

BRASIL LIVRE DA TUBERCULOSE

O plano “Brasil Livre da Tuberculose” possui quatro fases de execução - 2017-2020; 2021-2025; 2026-2030; 2031-2035 - e é composto por três pilares: “Prevenção e cuidado integrado centrados na pessoa com tuberculose”; “Políticas arrojadas e sistemas de apoio”; “Intensificação da pesquisa e inovação”.

Segundo a coordenadora-geral de Vigilância das Doenças de Transmissão Respiratória de Condições Crônicas, Fernanda Dockhorn, “nosso objetivo é disponibilizar um documento que possa apoiar coordenações locais de tuberculose e gestores em saúde a construírem seus planos locais e a priorizarem ações que possam ter resultados concretos”.

A coordenadora-geral destaca, ainda, que “o engajamento da sociedade civil organizada, de trabalhadores da saúde, de pesquisadores, entre outros parceiros, é essencial na luta contra a tuberculose. Com a consulta pública, esperamos receber contribuições e assim ter um documento que reflita as necessidades da sociedade como um todo”.  

O “Plano nacional pelo fim da tuberculose como problema de saúde pública | Estratégias para 2021-2025” está disponível em neste link.

O formulário para as contribuições na consulta pública está disponível aqui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.