Terça, 17 de Maio de 2022

Poucas nuvens

São Borja - RS

Policial Portal Fronteiriço

Após incêndio danificar penitenciária de Carazinho, apenados do regime semiaberto são liberados por decisão judicial

Incêndio que atingiu o alojamento da casa prisional, em 2018, deixou instalações danificadas. Presos passaram a ficar em uma sala improvisada e sem condições adequadas.

05/05/2022 às 13h27
Por: Redação
Compartilhe:
Incêndio atingiu espaço em 2018 — Foto: Susepe/divulgação
Incêndio atingiu espaço em 2018 — Foto: Susepe/divulgação

A Justiça determinou que apenados do regime semiaberto da Presídio Estadual de Carazinho, na Região Norte do Rio Grande do Sul, fossem liberados. A decisão do dia 25 de abril considerou que, desde que um incêndio que atingiu o alojamento da casa prisional, em 2018, os presos eram recolhidos em uma sala improvisada e sem condições adequadas.

Foi dado prazo de 90 dias para que a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) apresente um projeto de revitalização do anexo que é destinado ao regime semiaberto. Conforme a delegacia regional da Susepe, o projeto já foi encaminhado e está no setor jurídico da Secretaria de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo.

 

Por enquanto, a decisão judicial está sendo cumprida com a colocação de tornozeleira eletrônica nos presos, até que seja apontada resolução quanto às obras solicitadas. Dos 25 presos beneficiados, 18 já receberam equipamento.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias