Terça, 17 de Maio de 2022

Poucas nuvens

São Borja - RS

Geral Portal Fronteiriço

Campanha de São Borja contra a hanseníase é referência no Estado

.

27/01/2022 às 16h53
Por: Redação Fonte: Comunicação Social Prefeitura de São Borja
Compartilhe:
Campanha de São Borja contra a hanseníase é referência no Estado

Janeiro é o mês dedicado à campanha nacional de conscientização sobre a hanseníase. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde de São Borja está desenvolvendo uma série de ações referentes a Campanha do Mês de Enfrentamento da doença crônica que se instala principalmente em nervos e pele.

Entre as ações de enfrentamento da patologia estão: intensificação da avaliação dos contatos domiciliares de novos casos diagnosticados, intensificação da busca ativa aos usuários em abandono de tratamento, treinamento das equipes de Atenção Básica das Estratégias de Saúde da Família a fim de aumentar o diagnóstico através da clínica, investimento em materiais para serem trabalhados em campanhas de educação em saúde, como cartazes, folders, flyers e banners.

A Secretaria Estadual de Saúde citou, em matéria jornalística no site da SES (saude.rs.gov.br), como referência para todo o Estado do Rio Grande do Sul, o trabalho que vem sendo realizado em São Borja no combate à hanseníase, destacando que as equipes de saúde do município trabalham com intensidade na campanha de alerta e conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce, através de materiais informativos distribuídos nas Unidades de Atenção Primária de Saúde.

Além disso, a Secretaria Estadual da Saúde também ressaltou que para a formação de profissionais, o Ambulatório de Dermatologia Sanitária, vinculado à Secretaria da Saúde (SES), capacitou as equipes de saúde, em 2019, por meio de uma parceria entre a Fundação Sassakawa e Programa Estadual de Controle da Hanseníase (PECH). O Ambulatório de Dermatologia em São Borja funciona junto ao Serviço de Atendimento Especializado (SAE) e segue fazendo essas capacitações práticas às equipes que precisarem. O objetivo é orientar os profissionais com relação ao diagnóstico precoce, utilizando-se de avaliação neurológica simplificada, e na realização dos testes de sensibilidade, entre outros procedimentos.

São Borja é vinculada à 12ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) e atualmente 36 pessoas realizam tratamento de hanseníase no SAE do município. Os profissionais da saúde destacam que a doença tem cura e o tratamento é gratuito.

A Hanseníase é transmitida pela respiração de uma pessoa doente sem tratamento, podendo atingir tanto homens como mulheres, adultos e crianças de todas as classes sociais. Se não tratada ou tratada tardiamente pode causar deformidade nas mãos, pés ou olhos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias