Domingo, 05 de Dezembro de 2021
28°

Poucas nuvens

São Borja - RS

Policial Portal Fronteiriço

Comando de Polícia de Choque deflagra Operação em conjunto com a Polícia Civil e SUSEPE

.

23/11/2021 às 10h05
Por: Redação Fonte: Brigada Militar RS
Compartilhe:
Comando de Polícia de Choque deflagra Operação em conjunto com a Polícia Civil e SUSEPE

A Brigada Militar, por meio do Comando de Polícia de Choque (CPChq), juntamente a Polícia Civil e Superintendência dos Serviços Penitenciários (SUSEPE) deflagraram, na sexta-feira (19/11), a Operação AVIS.

A ação teve como finalidade identificar os principais indivíduos envolvidos com o tráfico de entorpecentes e entregas de materiais ilícitos por meio de drones nos presídios gaúchos, sobretudo a Cadeia Pública de Porto Alegre (CPPA), a Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ) e a Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (PASC), onde duas destas unidades prisionais estão sob administração da Brigada Militar.

Em latim, Avis significa “pássaro”, forma como os criminosos denominam os drones.

O trabalho está em andamento desde fevereiro de 2021, onde os militares do setor de inteligência do Comando de Polícia de Choque começaram a identificar, monitorar e reprimir a entrada de drogas, celulares e dinheiro para o interior do sistema prisional gaúcho com uso de VANT (Veículo Aéreo Não Tripulado).

Do monitoramento feito pelo Comando de Choque no entorno da CPPA anterior à deflagração da operação, restaram presos oito indivíduos, assim como apreendidos quatro drones, oito balanças de precisão, 26 celulares, 97 munições de diversos calibres e aproximadamente 15 quilos de entorpecentes (maconha, crack e cocaína).

Simultaneamente, a Polícia Civil de Eldorado do Sul desenvolvia uma operação com alvos em comum. Então, seguiu-se as ações em conjunto entre as instituições.

Durante a Operação Avis, 11 ordens judiciais foram cumpridas nos municípios de Eldorado do Sul, Gravataí, Porto Alegre e Portão. Na ação, foram empregados 55 policiais militares, entre equipes da Companhia de Patrulhas Especiais do 1º Batalhão de Polícia de Choque e Setor de inteligência do CPChq, 60 policiais civis e 35 viaturas. Como resultado: seis indivíduos foram presos e cerca de 30 mil reais em dinheiro foi apreendido, além de drogas, armas, drones, perfumes e bebidas que seriam entregues nas penitenciarias.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias