Domingo, 05 de Dezembro de 2021
26°

Poucas nuvens

São Borja - RS

Esportes Portal Fronteiriço

Na luta para não cair, Grêmio já contabiliza menos receitas em 2022 e pode ter trocas no futebol

Após seis temporadas seguidas, clube ficará fora das competições sul-americanas e pode enfrentar cenário ainda pior com possível rebaixamento à Série B

22/11/2021 às 15h02
Por: Redação Fonte: GE
Compartilhe:
Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio briga, com todas as forças, para permanecer na Série A em 2022. O clube ainda depende de uma série de vitórias para isso, mas já é praticamente certo que o Tricolor não terá uma competição continental a disputar na próxima temporada após seis anos seguidos. E isso vai acarretar em mudanças no orçamento e pode respingar no departamento de futebol.

O Grêmio já sabe que terá uma queda expressiva de receitas mesmo no melhor cenário possível, de permanência na primeira divisão. Ou seja, precisará se readequar novamente. Se a queda para a Série B se concretizar, essa nova realidade se acentua ainda mais. A cota de TV, por exemplo, pode sofrer uma redução de cerca de R$ 60 milhões.

Os cenários financeiros para a próxima temporada estão sendo traçados, mas ainda à espera da definição em campo. O orçamento do clube geralmente é votado no Conselho Deliberativo no início de dezembro.

Mudanças no futebol

Além das finanças, o clube tem tudo para fazer mudanças no departamento de futebol. O vice de futebol Denis Abrahão disse não saber se permanecerá no clube em 2022 em qualquer cenário. Milton Machado, conselheiro gremista e atuante também no São José-RS, foi procurado há alguns meses, antes de Abrahão assumir, e pode ser novamente o alvo para o vestiário.

O executivo de futebol Diego Cerri também não tem sequência assegurada.

Ari Barros, do Náutico e com passagem pelo Juventude, foi alternativa no processo que levou Cerri ao Grêmio e poderia retornar à pauta. Ele conseguiu o acesso à Série A com o clube gaúcho e recentemente revelou sondagens do Grêmio.

As mudanças devem atingir em cheio também o grupo de jogadores. Nomes como Léo Pereira e Luiz Fernando, que estão emprestados ao Grêmio, devem deixar o clube ao término dos contratos. Há ainda uma lista de jogadores mais experientes com vínculo por encerrar, como Cortez, Rafinha e Diego Souza. As situações serão tratadas ao final do Brasileirão

O Grêmio conseguiu duas vitórias consecutivas, contra Bragantino e Chapecoense, e ganhou fôlego na briga para ficar na Série A. Na terça, encara o Flamengo em jogo atrasado da 2ª rodada, na Arena, antes do confronto direto com o Bahia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias