Domingo, 05 de Dezembro de 2021
26°

Poucas nuvens

São Borja - RS

Covid-19 Portal Fronteiriço

Alemanha bate novo recorde de casos de Covid-19 em 24 horas

Governadores dos 16 estados alemães irão se reunir para discutir soluções e tomar novas medidas para contar o avanço da nova onda

18/11/2021 às 09h37
Por: Redação Fonte: InfoMoney
Compartilhe:
Wolfgang Rattay
Wolfgang Rattay

A Alemanha bateu um novo recorde diário de casos de Covid-19 nesta terça-feira (16). O país registrou 52.826 infecções, 13 mil a mais em relação à semana anterior, além de 294 mortes em 24 horas. As informações são do Instituto Robert Koch, agência local responsável pelo controle e prevenção de doenças.

A conclusão do governo alemão é de que os casos estão ocorrendo majoritariamente entre as pessoas que não tomaram a vacina. No país, cerca de 67,1% da população já está imunizada, enquanto no total são 98.274 vítimas da doenças.

A chanceler Angela Merkel afirmou que a situação é dramática e pediu aos não vacinados que se imunizem rapidamente, além de pedir um esforço extra para a distribuição de doses de reforço.

“Não é tarde demais para optar por uma primeira vacina”, disse Merkel a um congresso de prefeitos de cidades alemãs. “Todos que são vacinados se protegem e protegem os outros. E se um número suficiente de pessoas for vacinado, essa é a saída para a pandemia”, acrescentou.

Em linha, Jens Spahn, ministro da Saúde, pediu aos médicos que não sejam muito rígidos quanto à espera de pelo menos seis meses antes de administrar vacinas de reforço aos pacientes.

Nesta quinta-feira (18), governadores dos 16 estados alemães irão se reunir para discutir soluções e tomar novas medidas para contar o avanço da nova onda.

De acordo com a emissora alemã Tagesschau, os dados de vários estados federais indicam uma proporção significativamente maior de novas infecções entre pessoas não vacinadas do que entre pessoas com proteção total de vacinação.

Em paralelo, autoridades da vizinha Áustria disseram que os viajantes vindos da Alemanha precisarão apresentar um teste PCR negativo ao entrar no país. Até então, os resultados dos testes rápidos e mais baratos eram permitidos.

Vale lembrar que a Europa atravessa um momento complicado em relação à pandemia. Hans Kluge, diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a Europa, afirmou que a região voltou ser o epicentro da pandemia.

O ritmo de transmissão nos países do bloco europeu é muito alto, disse Kluge em coletiva de imprensa. “Se mantivermos a trajetória, podemos ter outro meio milhão de mortos até fevereiro”.

Além disso, a Rússia, por exemplo, atingiu um novo recorde de mortes por Covid-19 em um único dia na última semana mesmo sob duríssimas regras para contenção das infecções.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias