Domingo, 05 de Dezembro de 2021
26°

Poucas nuvens

São Borja - RS

Policial Portal Fronteiriço

Traficantes brasileiros operavam um laboratório de drogas nas margens do Rio Uruguai, província de Corrientes.

.

17/11/2021 às 14h53 Atualizada em 17/11/2021 às 15h10
Por: Redação
Compartilhe:
Traficantes brasileiros operavam um laboratório de drogas nas margens do Rio Uruguai, província de Corrientes.

Após uma intensa investigação, a Prefeitura Naval descobriu que próximo à região de Santo Tomé, na fronteira com o Brasil, funcionava um laboratório de drogas o qual era utilizado para transformar a pasta base de cocaína, em pó.

A operação foi realizada no final de semana, quando os órgãos de segurança responsável pela investigação descobriram o local exato, onde supostamente estaria a "cozinha do narcotráfico ". 

As investigações se deram à cargo de um processo no Ministério Público Federal de Paso de Los Libres. Com as informações apuradas, um intenso ranking foi realizado na área de Puerto Zanja Romero, no KM-766 do Rio Uruguai. 

Era neste local que estava escondido, em meio a vegetação rasteiras e próximo à vários toldos, o laboratório de drogas. 

Não muito distante, do outro lado da fronteira, está uma casa marcada como suspeita. Entre São Borja e Santo Tomé, são apenas alguns quilômetros de distância.

A quantidade de substâncias encontradas, não foi significativa, apenas 12 gramas. Porém, o mais interessante foi o restante do material: duas prensas hidráulicas de fabricação nacional, uma balança, 19 frascos de acetona, catalisador químico, fita de embalagem, filme e alumínio, formas para dar formato ao pó, paracetamol e diversas substâncias de alongamento.

Todo o material foi apreendido e após essa apreensão, as investigações terão continuidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias