Sábado, 16 de Outubro de 2021
13°

Muitas nuvens

São Borja - RS

Especiais Portal Fronteiriço

Escritora santa-mariense concorre a título de patronesse da Feira do Livro sem Fronteiras

Maria Rita Py Dutra é a única mulher nesta edição, promovida por produtores culturais em Caçapava do Sul

06/10/2021 às 17h56
Por: Redação Fonte: Diário de Santa Maria
Compartilhe:
Pedro Piegas
Pedro Piegas

Promovida por produtores culturais de Caçapava do Sul, a Feira do Livro Sem Fronteiras (FLSF) está chegando e os amantes de literatura terão a oportunidade de escolher o patrono ou a patronesse desta edição. A escritora santa-mariense Maria Rita Py Dutra concorre ao título ao lado de outras quatro personalidades gaúchas. Autora de livros como Os problemas de Júnior (2003), O sonho de Jamille (2006), O aniversário de Aziza (2005), entre outros, Maria Rita recebeu o convite com surpresa, levando inclusive a decisão para a família e amigos:

- Recebi a mensagem de um dos organizadores do evento virtual e disse que ia dar a resposta. Consultei minhas duas filhas, o Kalu Cunha, que é meu amigo, e o Alexandre Paim, que é presidente do PC do B.

Com o apoio do grupo, ela ingressou na competição. Para a educadora, estar entre os nomes concorrentes é um reconhecimento pela vida dedicada à histórias, reflexões e representatividade:

- Quando a pessoa é elevada a esse patamar de patrono ou patronesse em uma feira do livro, há um reconhecimento da sua contribuição com a cultura, a escrita e a literatura da região. Eu acho que todos são merecedores. Os outros senhores são da literatura gaúcha e eu, da questão étnico-racial. Eu me sento muito honrada, porque as pessoas irão procurar e ler o que já escrevi. Esse é o momento de conhecer o pensamento do autor/escritor e isso é muito lindo. Eu fiquei muito alegre - afirma.

TRAJETÓRIA

Além de escritora e poeta, Maria Rita Py Dutra é:

Formada no Curso Normal desde 1967.

Tem licenciatura em Pedagogia, com habilitação em Magistério e Supervisão Escolar pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), pós-graduação em Supervisão Educacional na Faculdade Porto-Alegrense de Educação Ciências e Letras (FAPA).

Em 2012, tornou-se mestra em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e doutora em Educação em 2018.

Como militante do Movimento Negro, é autora da Coleção Histórias da Vó Preta, onde explora questões visando a Educação Étnico-Racial.

Apaixonada por poesia, foi membro da Casa do Poeta de Santa Maria (CAPOSM) por quinze anos.

Em 2005, foi Patrona da Feira do Livro Infantil de Santa Maria. No ano seguinte, Patrona da Feira do Livro Infantil de Agudo e da Escola Nossa Senhora das Graças de Cacequi.

COMO VOTAR

Para participar, basta acessar o site da Feira do Livro Sem Fronteiras, cadastrar um e-mail e escolher. A votação vai até o dia 20 e o resultado será divulgado no site, Facebook e Instagram do evento.

A Feira do Livro sem Fronteiras, que ocorrerá de 15 a 25 de novembro, é um projeto executado pela 1ª Casa Produções Cinematográficas e Multiculturais, com patrocínio da FIDA - Irmãos Cioccari e Cia. Ltda e financiamento do Pro-Cultura RS e Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Para a edição predominantemente virtual, estão previstas oficinas, contações de histórias, lançamentos de livros e banca virtual para os participantes, além de atrações artísticas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias