Sexta, 17 de Setembro de 2021
16°

Chuva

São Borja - RS

Cultura Portal Fronteiriço

São Borja prepara programação alusiva a Semana Farroupilha

.

09/09/2021 às 09h52 Atualizada em 09/09/2021 às 10h04
Por: Redação Fonte: .
Compartilhe:
Ilustração
Ilustração

Por decisão unânime, pelo segundo ano consecutivo São Borja não terá desfiles tradicionalistas na Semana Farroupilha/2021, em função da pandemia. Mesmo assim, a Capital Gaúcha do Fandango não deixará passar em branco o evento histórico mais representativo do Rio Grande do Sul. A Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (SMCTEL) anuncia uma série de outras atividades, entre elas um baile típico itinerante, que durante seis dias percorrerá a cidade.

O prefeito Eduardo Bonotto observa que “a Administração Municipal e as diversas instituições de apoio têm exercitado permanentes reinvenções e, graças a essa criatividade, estamos conseguindo entregar lazer, cultura e um pouco mais de alegria aos são-borjenses.”

A secretária de Cultura, Vânia Alves Cardoso, lembra que, respeitando todos os protocolos, na tarde do último domingo (05/09), no Parque de Exposições Serafim Vargas, já ocorreu o “1º Encontro Vivência de Anita” com participação de 10 mulheres, representando as entidades tradicionalistas. “Foi uma maneira de celebrar as nossas tradições e de homenagear Anita Garibaldi, em destaque, este ano, na Semana Farroupilha”, diz ela.

Nas escolas municipais está em andamento um concurso de desenhos com foco também no evento farroupilha e seus personagens. Os melhores trabalhos estarão expostos na Praça XV de Novembro, junto à Chama Crioula que, de 13 a 20 de setembro, estará acesa no local. As entidades tradicionalistas se revezarão na manutenção da centelha.

A abertura oficial da Semana Farroupilha/2021 será no dia 13, às 17h. Para evitar aglomerações, a presença de público será restrita e cada entidade poderá mandar entre 10 e 12 cavalarianos. Estes grupos levarão centelha da chama crioula a cada CTG ou piquetes.

De 14 a 20 de setembro, das 10 às 12h, as entidades tradicionalistas na cidade farão rodízio na SMCTEL, em programação organizada pela secretaria. Serão apresentações musicais e de danças e realização de palestras. Os eventos serão todos online, incluindo ainda, por exemplo, oficinas sobre a cultura gaúcha do churrasco, do chimarrão e do uso adequado da indumentária.

 

Baile itinerante

Nas entidades tradicionalistas, não haverá os tradicionais bailes típicos que dão a São Borja o status de Capital do Fandango. O objetivo, com isso, é evitar aglomerações. As entidades poderão apenas promover jantares, respeitando os mesmos protocolos dos restaurantes.

A novidade, este ano, devido à pandemia, será um baile itinerante que, durante seis dias, percorrerá a cidade. Serão dois caminhões como palco, um levando um grupo musical e casais de dança e outro, representantes das entidades responsáveis pelas apresentações. A cidade será dividida em seis regiões e cada uma terá duas horas de ‘baile’ no período da tarde.

 

Desfile tradicionalista

O governo do Estado decidiu, no mês de agosto, que apenas desfiles de cavalarianos são possíveis. Em São Borja, porém, há alguns dias, a decisão é por não realizar nenhuma atividade desse tipo. A decisão foi unânime, das entidades tradicionalistas, da 35ª Coordenadoria Regional de Educação, da Brigada Militar e da Prefeitura, que são as instituições responsáveis.

Fonte: Comunicação Social - Prefeitura de São Borja

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias