Ratinset - Super Banner Topo
Portal Fronteiriço
Portal Fronteiriço
Alemão - Super Banner
Top Trânsito
Japa EAD
Ropel Distribuidora de Bebidas - Super Banner
Agropecuária Centauro
Portal Fronteiriço

Escolas municipais de São Borja incrementam serviços de informática e internet

.

19/07/2021 18h19Atualizado há 1 semana
Por: Redação
Fonte: Comunicação Social Prefeitura de São Borja
Reprodução
Reprodução

A Secretaria Municipal de Educação em São Borja segue trabalhando para, cada vez mais, melhorar o desempenho em suas escolas. Apesar dos entraves da pandemia, ao longo do ano foram admitidos, através de concurso público ou processo seletivo, mais de uma centena de professores e servidores de apoio. Mas a SMEd também investe no sistema operacional das unidades escolares, sendo a área de informática e serviço de internet um dos exemplos.

O secretário titular da pasta, João Carlos Reolon, confirma a aquisição de 65 novos computadores, que vão atender demandas de 19 escolas da rede municipal – de Educação Infantil e de Ensino Fundamental. Paralelamente à compra dos novos PCs, a secretaria investe também em conectividade. Nos dois últimos anos – 2019 e 2020 -, cada escola recebeu recursos na ordem de R$ 3 mil, para manutenção dos serviços, através do PDDE, programa do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). Agora o secretário Reolon comemora mais um avanço: um contrato de geração de sinal de internet banda larga com a empresa Avato, que pode ser renovado anualmente.

O prefeito Eduardo Bonotto explica que, além de a nova sistemática proporcionar maior agilidade de gestão e operacionalidade eletrônica, as escolas podem garantir melhores serviços às comunidades assistidas. “A nossa expectativa é de que consigamos oferecer internet de qualidade, com estabilidade e velocidade”, diz ele. “Numa época em que quase tudo é feito online, nós precisamos estar sintonizados à nova realidade”.

Outros avanços

Paralelamente a essas ações, a Prefeitura e a SMEd estão implantando um novo sistema de gestão eletrônica nos seus serviços. Isso é feito com a utilização do software livre e-Cidade, produzido pelo Governo Federal e que representa uma custo bem menor de manutenção à Administração Municipal. Os servidores nas escolas e os professores foram ou serão treinandos para a utilização da nova ferramenta operacional.

Quanto todo o sistema estiver implantado, as escolas e as famílias na comunidade poderão acompanhar pela internet as notas e frequência dos alunos, por exemplo. Em etapa posterior, a previsão que também matrículas e rematrículas possam ser realizadas pelo computador ou pelo celular. Os pais dos estudantes, neste caso, receberão meios de acesso às novas ferramentas. “A nossa meta é simplificação e comodidade, sintonizado aos novos tempos”, diz o prefeito.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.